windows8_100milhoes

Windows 8 Com Mais De 100 Milhões De Licenças Por Todo O Mundo

O Windows 8 foi sem dúvida um produto que quebrou um pouco a linhagem do sistema operativo da Microsoft. A remoção de algumas funcionalidades e a adição de novas funcionalidades receberam muitas críticas e elogios por parte da comunidade, dependendo sempre da experiência e da adaptabilidade de cada um para com o sistema operativo, mas [...]

O Windows 8 foi sem dúvida um produto que quebrou um pouco a linhagem do sistema operativo da Microsoft. A remoção de algumas funcionalidades e a adição de novas funcionalidades receberam muitas críticas e elogios por parte da comunidade, dependendo sempre da experiência e da adaptabilidade de cada um para com o sistema operativo, mas a optimização do sistema operativo é sem dúvida um dos seus pontos fortes, e, nada nem ninguém “poderá” argumentar contra. Certo, é que o Windows 8 está mais organizado, estruturado, leve e rápido que os seus antecessores, e, apesar da mudança, a nova versão do Windows não deixou de ter procura no mercado, antes pelo contrário, seis meses após o seu lançamento, o Windows 8 já comercializou mais de 100 milhões de cópias em todo o mundo.

Em comparação com o Windows 7, as cópias estão aquém dos resultados ideais, mas para um sistema operativo “novo”, com várias novas funcionalidades e acessos, a procura até nem está a ser má. Se pensarmos que para um sistema operativo acabado de lançar já foram comercializadas mais de 100 milhões de licenças por todo o mundo, imaginemos quando os utilizadores se habituarem ao Windows 8, porque, no fundo, o problema do novo Windows na sua afirmação é precisamente a adaptação dos utilizadores ao novo sistema.

windows_8

Muitas pessoas questionam-se acerca do porque da Microsoft ter desenvolvido uma versão do sistema operativo tão diferente das anteriores e a resposta é simples. Uma vez que os tablets, portáteis híbridos e smartphones começam a aumentar as suas vendas, a Microsoft teria de realizar uma jogada completa, ou seja com cabeça, tronco e membros. Com o anúncio do lançamento do seu tablet, a Microsoft teria de o lançar com um sistema operativo por si desenvolvido (não fazia sentido a Microsoft, criadora de um sistema operativo, procurar um outro sistema operativo para um produto seu), e sem querer deixar de parte os utilizadores desktop bem como os utilizadores de smartphones com Windows Phone, decidiu então criar um sistema operativo que pudesse ser utilizado em todos os dispositivos possíveis.

O valor do número de licenças vendidas foi avançado pela responsável pela área de marketing e gestão da Microsoft, Tami Reller. No entanto, não foi o único valor revelado. Tami Reller avançou que também o número de aplicações disponíveis na loja do Windows aumentou seis vezes desde o lançamento da versão 8. Neste período de tempo foram realizados 250 milhões de downloads em aplicações e que cerca de 90% das ferramentas disponibilizadas são “descarregadas” todos os meses.

Outra novidade e esta bastante interessante, é o facto de os utilizadores poderem realizar o upgrade para o Windows Blue asim que este seja disponibilizado. O Windows 8 representa actualmente uma grande mudança para a Microsoft e será preciso algum tempo até os utilizadores voltarem a conseguir adaptar-se ao novo sistema operativo.

No final só ficou provado que o mercado de PC’s ainda está activo e não meio morto como já muitos diziam, a única diferença neste momento foi o simples facto de a Microsoft estender a sua área na ampla área dos tablets.