ubuntu_

Ubuntu 13.04 Raring Ringtail

Foi lançado ontem, dia 25, dia da Liberdade em Portugal, a mais recente versão do Ubuntu, o Sistema Operativo baseado em Linux mais utilizado, denominada como sempre segundo “ano.mês”, ou seja 13.04 – Raring Ringtail. Após a ultima versão disponibilizada – 12.10 – onde foi confirmada esta versão, e seu codename, que os responsáveis da distribuição [...]

13.04_ubuntu_logo

Foi lançado ontem, dia 25, dia da Liberdade em Portugal, a mais recente versão do Ubuntu, o Sistema Operativo baseado em Linux mais utilizado, denominada como sempre segundo “ano.mês”, ou seja 13.04 – Raring Ringtail. Após a ultima versão disponibilizada – 12.10 – onde foi confirmada esta versão, e seu codename, que os responsáveis da distribuição têm vindo a referir que a versão base do Ubuntu 13.04 teria de ter como referência o mercado dos dispositivos móveis – esta semana as builds do Ubuntu OS já começaram a utilizar esta versão do ubuntu. Para isso, segundo os próprios o ubuntu teria de ter melhor gestão de recursos, desde à memoria até à própria bateria – essencial em qualquer portátil/notebook e tablets/smartphones.

ringtail_ubuntu

Ringtail-cat (apesar de não se equiparar a um gato), uma animal mamífero proveniente da família Procyonidae, e subclasse Bassariscus.

O nome de código utilizado para esta versão foi “Raring Ringtail”, desconhecendo-se pormenores apenas se sabe que deve ter tido origem neste gênero de animal selvagem: (segue assim a linha de utilização de nomes de animais pela ordem alfabética após um adjectivo atribuído)

Em relação à versão anterior na 13.04 encontram-se mudanças como:

  • Kernel melhorado – encontra-se agora na versão 3.8.9-19, o 12.08 utilizava a 3.5;
  • Unity Sheel Melhorada – Interface do Ubuntu;
  • Atualização e Novas Aplicações Instaladas – Libre Office 4, Firefox 20, Thunderbird 17, RhytmBox 2.98 [leitor de musica] e novo Music Plugin, Shotwell[gestor de imagem], Remmina[Controlo Remoto] e Brasero[Gravador de CD/DVD];
  • Utilização de Novos Pacotes de Atalhos, Ícones, Animações e Logotipos para Shutdown/LogOut,etc..;
  • Scroll -Switching no Launcher/Barra de Ferramentas dos sistema Operativo para maior interatividade quando existem mais quem uma execução de um Software ativa;
  • WorkSpace Switcher Renovado – Não se encontra ativo por Defeito, mas continua a ser utilizável caso o utilizador precise;
  • Possibilidade de Gerir contas de Internet  (Facebook, Twitteretc..) através do Desktop – Social Lens;
  • Gestor de Ficheiros Renovado;
  • Inexistência do WUBI – Installer para Sistemas Operativos Windows;

Um blog dedicado à distribuição Ubuntu (OMGUbuntu.co.uk) criou já uma lista de alguns procedimentos que devem ser executados após se instalar o Ubuntu, entre eles constam:

  • Instalação de Uma nova Interface para quem não gosta do Unity, exemplos de outras Interface são XFCE, GNOME e KDE;
  • Atualização dos drivers [apesar de ser automatizo aquando da instalação do SO pode ser necessária a atualização manual];
  • Navegação duradora no Ubuntu Software Center de forma a descobrir Aplicativos interessantes que nos possam ser uteis entre os vários existentes dentro de uma grande variedade de temas;

Para testar a nova versão do ubuntu vá aqui e escolha a versão e método desejados. Como é hábito nas distribuições Linux é-lhe dada a hipótese de experimentar o Ubuntu antes de o instalar. Pode instalar via Pendrive(utilizando para isso uma ferramenta como o Universal USB Installer), gravar a imagem .iso num CD ou através de máquina virtual.

Apesar da nova versão ser , pelo menos teoricamente superior às anteriores, esta não deve para já passar a ser mais usada que a 12.04, uma vez que não é uma versão LTS[Long Term Support - Suporte a Longo Termo] – estas são lançadas de 2 em 2 anos, estando a próxima 14.04 na lista como a versão LTS que se segue. A 13.04 deverá de ser atualizada e suportada em Janeiro de 2014. De resto a nova versão já foi anunciada, será a 13.10, em Outubro e terá o nome de código Saucy Salamander.