mozilla-firefox-logo

Mozilla Junta-se À Luta Contra Os Cookies

Numa altura em que temas como a espionagem ou assuntos relacionados com a falta de privacidade do consumidor na Internet, é normal que muitas instituições ”livres” se venham a juntar a vários projectos como “luta pela privacidade” ou “luta contra os cookies na internet”. Estes são temas bastantes falados e muitas das vezes são referidas as empresas [...]

cookie_wwwNuma altura em que temas como a espionagem ou assuntos relacionados com a falta de privacidade do consumidor na Internet, é normal que muitas instituições ”livres” se venham a juntar a vários projectos como “luta pela privacidade” ou “luta contra os cookies na internet”. Estes são temas bastantes falados e muitas das vezes são referidas as empresas que geram lucro através destes métodos. Nomeadamente a publicidade, em que empresas como a Google, Facebook ou Microsoft têm software que permite “escolher” publicidade ao utilizador, utilizando como ponto referencia as suas pesquisas e sites visitados na Internet ou até é mesmo – tema que tem badalado a Internet – através dos seus e-mails.

Apesar de surgirem soluções como webproxys ou a nova função dos browsers “Navegação Privada/Modo Incógnito” este é um problema que tem sido debatido de forma comum na comunicação Social. Os primeiros passos para a sua luta parecem já ter começado a ser dados, a Mozilla anunciou uma parceria com a “Center for Internet and Society” de Stanford. O Projecto das duas instituições vai basicamente ser a criação de listas que contenham os sites onde são permitidos (ou não) a utilização dos Cookies.

firefox-ie-chrome-safariO CCH – Cookie Clearing House – irá ser desenvolvido para que possa ser utilizado por qualquer browser no mercado. Após isto, e através de um programa de terceiros seria possível ao browser e ao utilizador definir e gerir a sua lista de permissões e negações. Seriam também criadas algumas “regras” para que os sites pudessem utilizador de modo a definir os “cookies permitidos” e “não permitidos”.

O chefe tecnológico da programadora disse, através do seu blog, fez ainda notar que o Firefox já tem algo com as mesmas ideia no sua edição “pre-beta” Firefox Aurora.

Apesar de serem ideias ainda primitivas é natural que soluções semelhantes – ou a evolução/propagação das actuais - venha a acontecer no futuro. Países como os Estados Unidos têm já sido fortemente acusados de não respeitar a privacidade, através do programa PRISM, onde se acusa o governo de ter estabelecido parcerias com gigantes da informática como a Google, Apple, Microsoft ou Yahoo de forma a obter dados secretos dos utilizadores destes serviços.

Detalhes sobre este novo projecto da Mozilla serão divulgados a 2 de Julho num evento organizado pela própria.