cms2

CMS – Sistemas De Gestão De Conteúdo

Na hora de transportar um negócio ou site pessoal para a Internet, surgem sempre dúvidas aquando da realização do Web site. É neste contexto que surgem os CMS (Content-Management-Systems / Sistemas De Gestão De Conteúdo), essenciais para a grande maioria dos Sites (porém algumas instituições ainda não conhecem os facilitismos que estes Sistemas permitem): aplicações [...]

Na hora de transportar um negócio ou site pessoal para a Internet, surgem sempre dúvidas aquando da realização do Web site.

É neste contexto que surgem os CMS (Content-Management-Systems / Sistemas De Gestão De Conteúdo), essenciais para a grande maioria dos Sites (porém algumas instituições ainda não conhecem os facilitismos que estes Sistemas permitem):

aplicações utilizadas para criar, editar, gerir e publicar conteúdos de forma consistentemente organizada permitindo que os mesmos sejam modificados, removidos e adicionados com facilidade nos respectivos Sites.

Neste artigo, vamos apresentar os scripts CMS mais comuns, bem como uma ajuda, que poderá utilizar, na hora de escolher quais as aplicações que poderá necessitar para o seu negócio online.

 

Na prática os CMS funcionam da seguinte forma :

1 – Criação do Site – Organização da estrutura do conteúdo no template / design pré-existente (não exige conhecimentos de HTML);

2- Gestão do Conteúdo – Inserção do conteúdo das páginas, organizadas no CMS em listas, onde é possível editar, adicionar, remover e fica guardada informação como quem, quando e o que foi editado numa página;

3- Publicação – Publicação do Site;

4- Visualização – Utilização por si, pelos seus visitantes, leitores e clientes.

 

Apresentamos agora as soluções mais comuns de CMS do mercado atual :

 

O WordPress começou por ser criado com o objetivo de ser uma ferramenta para Bloggers, no entanto essa filosofia tem sido alterada. Ainda assim, por norma, o WordPress é recomendado para Sites de Blogs e Noticias, onde a facilidade de uso para comunicação seja importante. Praticamente não exige ao utilizador conhecimentos específicos na criação de Web sites

 
Por sua vez, o Joomla é uma solução que apresenta a melhor relação custo/beneficio, agradável em termos de aparência para o cliente e em termos de extensões/plugins/componentes para o programador, dado que proporciona mais recursos e funcionalidades para projetos mais complextos, baratos e com menor prazo de implementação. A sua utilização é mais difícil do que a do WordPress, mas nada de muito complicado.

 
Já o Drupal é uma solução mais complicada, exige mais tempo investido na criação do Website e mais conhecimentos de programação/ personalização que os anteriores. Uso recomendado : sites que exigem uma organização complexa, sites com muitos utilizadores, lojas online.

 
É uma opinião bastante consensual que, entre estes 3 aplicativos CMS não exista um melhor que os outros. Sendo que cada um deles se adapta mais à necessidade do respectivo Administrador. Existem outras alternativas, no entanto estas são as mais comuns.

 

 

Fontes :
steptwo.com.au
portal2web.com.br
optimum7.com</
rackspace.com