android_atacado_virus

Android Tem Sido Atacado Pelo Mais Poderoso Vírus

O Android, sistema operativo da Google, é um sistema operativo que tem estado em clara ascensão na utilização em dispositivos móveis topo de gama, e não só, de inúmeras fabricantes. O facto de o código fonte do Android ser livre, é uma vantagem, porque permite a qualquer pessoa desenvolver um sistema que tenha como base [...]

O Android, sistema operativo da Google, é um sistema operativo que tem estado em clara ascensão na utilização em dispositivos móveis topo de gama, e não só, de inúmeras fabricantes. O facto de o código fonte do Android ser livre, é uma vantagem, porque permite a qualquer pessoa desenvolver um sistema que tenha como base o Android. No entanto, existem duas desvantagens de ser open source, ou seja, permite que vários códigos malware sejam desenvolvidos (devido ao hacker ter a possibilidade de perceber como funciona o código disponibilizado), e, o facto de ser um sistema operativo muito utilizado.

Existe uma nova ameaça para os utilizadores do sistema operativo móvel da Google, o Android, e, quem o afirma, são os especialistas e analistas de segurança. Dizem que esta nova ameaça, este novos vírus identificado, é o mais poderoso feito até ao momento, visando especificamente o sistema Android. A descoberta/identificação deste novo malware pertence à Kaspersky Labs, a conhecida empresa de segurança de sistemas digitais.

android_malware_obad

Identificado como Obad (Backdoor.AndroidOS.Obad.a), é um tipo de malware capaz de executar o seu código autonomamente sem ser necessária a interacção com o que quer que seja, ou seja, o malware ao conseguir o acesso ao sistema operativo, inicia um ciclo de envio de mensagens escritas e instala aplicações sem sequer necessitar da autorização do utilizador do smartphone. Outro índicio da presença do malware é o tempo de execução do dispositivo ficar muito mais lento que o habitual. Por outras palavras, esta nova ameaça, foi desenvolvida de uma forma tão complexa que consegue explorar todas as falhas de segurança possíveis existentes no sistema operativo Android, conseguindo assim, um domínio total das ferramentas e funcionalidades do Android.

O malware já se encontra, segundo os especialistas, presente em 0,15% dos dispositivos móveis activos que utilizam como sistema operativo, o Android, por todo o mundo. A sua propagação, segundo os mesmos, é feita através de ligações Bluetooth de modo a identificar os possíveis alvos, e, assim, transferir o backdoor Obad para outros dispositivos móveis.

A Kaspersky já fez chegar a identidade do malware à Google. Segundo a Kaspersky, o malware foi desenvolvido por um grupo de hackers especialistas no sistema operativo Android.